49 3328 4874
ÁREA DO CLIENTE

TOPO

Postado em 30 de Dezembro de 2018 às 13h34

Saúde e segurança do trabalhador da construção civil: 6 exigências da NR18.

    Tríade Inspeção Industrial - Chapecó/SC A segurança no trabalho, principalmente em setores como a construção civil, ocupa papel de destaque, inclusive no que se refere a ser uma atividade lucrativa para a empresa. A...

    A segurança no trabalho, principalmente em setores como a construção civil, ocupa papel de destaque, inclusive no que se refere a ser uma atividade lucrativa para a empresa. A prática da segurança nos canteiros de obra diminui a incidência de acidentes e faz com que a qualidade de vida do trabalhador melhore, resultando em aumento de produtividade e diminuição de despesas ocasionadas por imprevistos. Portanto, invista em segurança!

    Confira 6 das mais importantes exigências da NR18:

    1) Escavação, fundação e desmonte de pedras: devem ter sinalização de advertência e barreira de isolamento em toda a volta. O acesso de pessoas não autorizadas deve ser proibido. Os declives acima de 1,25m devem ter a estabilidade garantida por meio de estruturas montadas para este fim. Obrigatório o uso de EPIs.

    2) Armações de aço: obrigatório usar o avental de raspa e EPIs. As ferragens não devem ser armazenadas longe do chão e nem impedir a circulação. As mesas de corte devem ter dispositivo de bloqueio e os aparelhos elétricos devem ser aterrados. Para livre circulação de operários, o ideal é que sejam colocadas pranchas de madeira, a fim de tonar a circulação mais segura;

    3) Escadas, rampas e passarelas: devem ser providas de guarda corpo com altura de 1,20. Os pisos devem ser revestidos som sistema antiderrapante. 

    4) Proteção contra quedas: a plataforma secundária deve ser instalada acima da principal, de três em três e cobertas com tela. As periferias têm que ter guarda-corpo e rodapés. As aberturas no chão devem ser fechadas com material resistente. O poço do elevador deve ser fechado.

    5) Andaimes: devem ter a tela feita com material resistente. O acesso deve ser por meio de escadas seguras. O piso deve ter forração antiderrapante, os encaixes têm que ser travados com parafusos, contrapisos ou braçadeiras. A largura mínima da plataforma de trabalho é de 0,65m. O engate do mosquetão no trava-quedas deve ser feito antes da entrada no andaime suspenso e só desengatado quando o trabalhador estiver fora do andaime. O EPI obrigatório é o trava-quedas.

    6) Instalação elétrica: Para os casos em que haja possibilidade de contato acidental com qualquer parte viva energizada deve ser adotado isolamento adequado.


    A Tríade é uma empresa que atua no setor da engenharia de inspeção, sendo especializada na elaboração de projetos personalizados para atender as principais NR`s. Atendemos em todo o Brasil!

    Veja também

    JBS É DESTAQUE EM PLATAFORMA GLOBAL QUE AVALIA RISCO AMBIENTAL DAS COMPANHIAS21/06/18 A JBS recebeu importantes reconhecimentos de suas práticas corporativas de sustentabilidade, de acordo com os critérios estabelecidos pela organização internacional CDP, anunciou a companhia recentemente. Na edição do programa CDP Supply Chain 2017, a empresa obteve destaque nos módulos Florestas e Água, alcançando a nota A- nas duas......
    SANTA CATARINA TEM PREOCUPAÇÃO COM O BEM-ESTAR ANIMAL21/06/18 A preocupação com o bem-estar animal está na pauta dos produtores rurais e das indústrias catarinenses de processamento de carne. Esta é uma questão absolutamente atual. As agroindústrias barrigas-verdes......
    Saiba como executar corretamente o resgate em altura.26/09 Desde 2012, a CLT determina que toda empresa que desenvolva algum tipo de trabalho em altura tenha um plano de resgate e evacuação, não importando o ramo de atuação. Para isso, no mesmo ano entrou em vigor a NR 35 que......

    Voltar para BLOG